JAMES AKEL
jamesakel@uol.com.br


GOVERNO DILMA SE ASSEMELHA A UMA SALADA DE FRUTAS

Quando um fiel assessor petista de governos definiu que Dilma não se preocupa nem com a floresta e nem com as árvores mas sim com as folhas, fico imaginando ela caminhando e colhendo as folhas espalhadas pelo chão nas manhãs de abril.

Que a presidente não tem a menor noção de administração está comprovado no caso da Petrobras em que ela era presidente do Conselho e sob seu olhar disperso tantas barbaridades se fizeram com o dinheiro público.

Mais espantoso foi o TCU acusar um grupo de funcionários da Petrobras e isentar de culpa todos os conselheiros incluindo Dilma, bem agora nas vésperas de eleição.

O que entendi foi que esta posição do TCU vai fazer com que Lula em seus discursos, porque Dilma não tem noção disto, vai esbravejar nas ruas que o PT puniu os próprios membros combatendo a corrupção.

Já fez isto antes com o mensalão.

Pior é que o povo que ignora os bastidores da política é o mesmo povo que elege Dilma e que acredita no que Dilma e Lula falam.

A técnica de Lula é conhecida como sendo a de agredir com palavras os adversários atribuindo aos outros os erros cometidos pelos petistas.

Tudo de errado que os petistas fazem o Lula grita que quem fez foram tucanos.

Sempre foi assim desde o começo quando ele tomou pra si os programas sociais criados pelos governos anteriores e inventou o nome de um programa social dizendo que ele tinha criado.

O que Lula criou não deu certo então ele esqueceu.

E o povo que não tem noção de nada e que é envolvido por todo marketing petista pela falta de um marketing tucano acredita que Lula e Dilma são bons e votam neles.

A vitória de Lula antes e de Dilma agora é puramente e inexistência de uma oposição que saiba combater o PT e que jogue coesa e não um tucano contra outro.



Escrito por jamesakel@uol.com.br às 06h34





O CASO DUNGA E O FUTURO

Vi e li inúmeras críticas da mídia contra a contratação de Dunga pra ser técnico da Seleção Brasileira.

A maioria delas falava que Dunga foi um fracasso na Copa anterior.

Este pessoal que critica parece ter a mania de achar que ninguém erra e todos são perfeitos.

Isto não existe.

Todos erram em inúmeros momentos de suas vidas e o importante é aprender sempre e procurar fazer o bem feito sem medo de errar.

Erra mais quem jamais fez ou que tem medo de fazer.

Vamos aos fatos pois gosto de exemplificar sempre.

Em 1966 o Brasil foi jogar na Inglaterra e teve sua pior performance.

No time do Brasil a gente tinha Pelé, Jairzinho, Brito, Tostão, Gerson e Edu.

Todos foram chamados de ruins e que tinha sido a pior seleção que o país teve.

Em termos de resultado foi mesmo e isto não se pode negar.

Pela teoria da mídia de agora estes jogadores jamais voltaria a uma seleção.

Lembro de jornalista que chamou Gerson de covarde.

Em 1970, considerada a melhor das seleções, estes mesmos jogadores foram heróis.

E vou acrescentar o goleiro Felix que estava em triste fim de carreira e fez defesas inacreditáveis de verdade.

O “crime” a que a mídia atribui a Dunga foi não ganhar a Copa.

Uai, nesta tese, todo jornalista que fala alguma coisa equivocada nos jornais, e são muitos, e até eu já me equivoquei, deveria deixar de ser jornalista.

Por esta teoria todo jogador que perdeu a Copa não teria direto mais a jogar nela.

E nem teríamos ganho a Copa de 70 com tantos jovens que jogaram e perderam 66.



Escrito por jamesakel@uol.com.br às 09h35





QUANDO UM JORNALISTA FALA BOBAGEM SOBRE SEXAGENÁRIOS

O jornalista Cosme Rimoli tem uma coleção de prêmios que faz questão de ostentar em seu blog.

Mas parece que estes prêmios ao invés de o sensibilizarem, passaram a ser uma justificativa pra que ele possa passar seu trator em cima de sexagenários.

Em crítica esta semana sobre a contratação do técnico Luxemburgo pelo Flamengo, Cosmi faz questão de agredir com palavras o Luxemburgo, no que ele tem todo direito, mas sempre anexando a idade de Luxemburgo, no que acaba se tornando uma crítica pela idade.

Isto é um ato triste e que não faz bem ao jornalismo.

Quando o jornalista anexa a idade do criticado, jamais é pra enaltecer o trabalho do sexagenário.

Quando se faz um elogio é pra enaltecer.

Mas quando ele anexa e repete a palavra sexagenário, em texto que por vezes quer desmoralizar o criticado, a palavra sexagenário mais parece uma agressão pessoal.

Pra quem lê fica nítida ideia que Luxemburgo é mau técnico pela sua idade.

Eu já passei por isto quando alguns leitores ignorantes do meu blog me agridem no tweeter ou até em emails pela minha idade, me chamando de inúmeros nomes possíveis e muitas vezes nem tendo entendido o que escrevi.

Com certeza a educação escolar de hoje em dia carece de qualidade.

Mas quando algum leitor ignorante faz isto a gente não deve levar em conta pois são jovens ignorantes e que mal sabem escrever, quanto mais entender o restante.

Mas quando um jornalista do porte de Cosme Rimoli, com uma coleção de prêmios atribuídos escreve uma bobagem contra um técnico de futebol fazendo questão de por inúmeras vezes anexar a palavra sexagenário, a gente tem que ter pena deste jornalista.

Nem vou citar o exemplo de Roberto Marinho que criou a TV Globo aos 65 anos.

Cosme Rimoli, de corpo musculoso, barriguinha enxuta, pinta de galã da TV de 1960, um dia vai ter 62 anos e vai ser sexagenário.

E espero que quando for sexagenário não seja vetado em contratações de jornais por ser sexagenário mesmo com todos os prêmios que ganhou.



Escrito por jamesakel@uol.com.br às 09h34





EQUÍVOCO DE UM ISRAELENSE

Vi as declarações do porta-voz israelense Yigal Palmor sobre a atitude do Brasil em retirar o embaixador brasileiro de Israel e fazer um pronunciamento contra Israel.

Vamos começar pelo pitoresco da declaração que mostrou uma infeliz brincadeira num momento tão delicado da guerra entre países.

Palmor disse que desproporcional é 7 a 1 contra a Alemanha, se referindo ao jogo de futebol da Copa deste 2014 na nossa casa.

Não me lembro de nada tão infeliz no momento de tamanha tristeza por ambos os lados, quer dos judeus que perderam 29 filhos fardados, que os palestinos que perderam mais de 600 filhos não fardados.

Jamais isto poderia ser cenário pra uma declaração tão imbecil que foi comparar um jogo de futebol com vidas humanas.

Mas vamos continuar.

Chamar o Brasil de anão diplomático eu infelizmente gostaria de discordar e contestar.

Mas pra infelicidade dos brasileiros Palmor apenas deu o nome correto e isto muitas vezes agride no pior ponto que é o da verdade.

Então me lembro do tempo de Fernando Henrique quando um chanceler brasileiro teve que tirar os sapatos pra ser revistado na entrada dos Estados Unidos e Fernando Henrique não teve coragem de retirar o embaixador brasileiro de lá, pra contestar o mais vergonhoso ato americano contra o Brasil desde a criação dos centros de tortura da CIA no Brasil na revolução de 64.

A Guantânamo brasileira criada pela CIA teve o nome fantasia de DOI CODI de triste passado.

Voltemos ao Palmor.

Ele deve desconhecer o Brasil e nem deve ler sobre o nosso país.

Caso soubesse alguma coisa que fosse, seria o momento de falar que o governo petista teve seu grupo de líderes maior preso por corrupção e cumprindo pena de prisão.

Bastaria isto pra chutar a bola certa pra mídia internacional.

Bastaria isto pra acabar com a posição de Dilma e sua política de perfil comunista.

Palmor poderia ter citado ainda o caso Batistti, o sequestro de bens da Petrobras na Bolívia, o caso do perdão de dívidas das ditaduras corruptas da África, além do Porto de Cuba que é de primeiro mundo e nada tem parecido pelos nossos lados.

Tivesse citado tudo isto teria feito um gol no final do jogo e não jogado a bola fora com a infeliz brincadeira de futebol.

Afinal no futebol o Brasil é penta e não existe nenhum país do mundo que tenha feito isto.

Pergunto ao Palmor quantas Copas Israel ganhou.

Pergunto ao Palmor quantas vezes Israel ganhou do Brasil.

Finalizo este texto apenas dizendo que o Hamas, que infelizmente domina a Palestina, jamais foi ditadura de direita.

O Hamas tem a mais pura filosofia e ação comunista e soviética.

Ditadura de direita, senhores de Israel, é quando o país tem desenvolvimento particular de empresários, de corporações privadas nacionais.

Ditadura de direita é o que teve o Brasil em 64 e mesmo assim foi uma ditadura aberta porque tinha Congresso, mas sempre manteve a liberdade de trabalho empresarial brasileiro.

O Brasil jamais teve um desenvolvimento tão grande quanto o da era militar no campo de iniciativa privado.

O Hamas é uma ditadura de esquerda, bem comunista, que se serve dos palestinos de classe miserável pra provocar Israel e manter uma guerra idiota que não serve pra nenhum dos lados.

O Hamas é o pior do que poderia existir no Oriente Médio porque usa o desejo dos palestinos de terem seu país, usam o sentimento do povo palestino como massa de manobra, igual os Black Blocs usam um bando de jovens brasileiros pra fazer guerrilha urbana.

Vão ver se tem algum líder do Hamas na linha de tiro?

Nem se vai achar nada na linha de tiro.

Todos covardemente escondidos e deixando uma população de miseráveis, muito parecidos com nossos miseráveis, sendo massa de manobra e marketing.

Israel está tendo uma atitude que muitos vão dizer que é desproporcional.

Eu digo até que Israel deveria ter uma linha de contra espionagem mais bem feita pra atingir os líderes do Hamas e não a população faminta.

A História mostra o que os chefes de guerra  teimam em não ver porque gostam de guerra.

Todas as grandes lutas são ganhas com a cabeça e a negociação pela estratégia e não pelas armas que são efêmeras.

Dou exemplo do Brasil que só teve um regime militar de 21 anos porque logo no começo um bando de guerrilheiros comunistas, pagos pela União Soviética por meio de Cuba, além dos assaltos a bancos, acabou recrudescendo o regime militar e fazendo com que o período de militares se estendesse.

Líderes de guerras armadas se desgastam entre si e ganha quem se desgastou menos, aliás não existe quem ganha mas apenas quem perde.

O Hamas querer enfrentar em armas o Estado de Israel só demonstra o fundamentalismo e a ignorância de um grupo de extrema esquerda que dá o tiro e sai correndo deixando os miseráveis pra receber o revide.

Pior é saber que Putin é quem lhes dá estas sucatas e fica de longe.



Escrito por jamesakel@uol.com.br às 09h32





BOLSA REFLETE PESQUISA

A queda da Bolsa de Valores no dia seguinte à publicação da pesquisa do Ibope que dava dez de diferença a favor da Dilma quando uma semana anterior o DataFolha dava empate nos leva a algumas questões.

O perfil de ação totalmente comunista do governo Dilma e as declarações de que o governo vai fazer tudo que for possível pra valer o decreto soviético que acaba com o poder do Congresso mostram que em breve as grandes empresas devem tomar uma de duas ações.

Ou vão embora do Brasil ou vão dar apoio a movimentos que podem ser iguais a 64.

Quando um governo declara que vai fazer tudo pra aprovar um decreto que acaba com o poder do Congresso e este mesmo Congresso pode votar a favor do decreto, estamos diante de impasse institucional.

Qualquer Congresso inteligente já teria cassado uma presidente que assina um decreto destes.

Mas isto seria ser inteligente e ingênuo.

Se cassam Dilma agora então dão margem pra que Lula seja candidato.

Então um Congresso arguto comandado por um peemedebista tem que esperar as eleições e se Dilma vencer, cassa Dilma depois de sua posse pra dar a presidência a seu vice que é peemedebista assumir.

Afinal, se um decreto soviético que é o que Dilma assinou vingar, o Congresso não vai servir pra absolutamente nada a não ser cassar a presidente que lhe tirou o poder.



Escrito por jamesakel@uol.com.br às 07h17





CANDIDATOS À CADEIRA NA ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS ASSUMEM SUAS IGNORÂNCIAS DA REALIDADE

Com a morte de João Ubaldo, mais uma fila se forma pra tomar posse de sua cadeira na Academia Brasileira de Letras.

Mas nos dias atuais esta ABL não serve pra absolutamente nada.

E eu mostro.

Tempos atrás, a Academia Brasileira de Letras de uma medalhe de Honra ao Mérito pra Ronaldinho Gaúcho por relevantes serviços prestados à Seleção Brasileira.

Ora meus caros, quando uma ABL se presta pra tal estupidez, deixa de servir aos seus propósitos de fundação e cultura.

Naquele momento eu entendo que a ABL deixou de existir no desenvolvimento da Cultura que era a meta de Machado de Assis e passou a ser a filial do Maracanã e da ignorância .

Desejar fazer parte desta ignorância cultural é desconhecer o que é educação e cultura.



Escrito por jamesakel@uol.com.br às 06h27





ANA PAULA PADRÃO E SEU EQUÍVOCO NA TV BAND

Vamos combinar que a TV Band está longe de ter uma grade adequada de tv aberta.

Tem excelentes instalações, magnífico quadro de jornalistas mas quando chega no entretenimento, carece de conteúdo.

Na área de programação está  longe de ser uma tv aberta de atração de donas de casa que gostem de seus produtos.

Não vou personalizar responsabilidades porque não adianta.

Quem não sabe fazer vai continuar não sabendo pela prepotência de se achar que sabe.

Vamos ao caso do novo programa de Ana Paula Padrão, aliás, o primeiro programa de Ana Paula Padrão na tv porque atá agora ele apenas leu notícias.

O programa de Ana Paula Padrão está na tv errada, primeiro porque é um programa sem dinâmica e sem carisma.

É programa pra tv a cabo e não aberta e quem não sabe disto vai continuar fazendo bobagem.

O ibope deste programa tende a ser um dos péssimos ibopes da tv, numa emissora que tem péssimos ibopes e uma média mensal pífia pra uma grande rede de tv que é a TV Band e que deveria ter uma grade à altura de sua tradição.

Além de ter um ibope pífio no futuro, a Ana Paula Padrão cometeu um erro crasso na escolha de seu juri.

Quando uma mulher apresenta um programa ela não pode ter no juri uma outra mulher.

Simples deste jeito.

Alguém vai me chamar de machista ou coisa parecida.

Então explico a teoria.

Quando uma mulher apresenta um programa e coloca no juri uma outra mulher, ela de imediato gera no público das donas de casa e também no público masculino uma comparação imediata.

E isto é desnecessário quando sem trata de um primeiro evento de apresentação de programa a que Ana Paula Padrão se aventura na emissora.

A mulher que Ana Paula convidou ao juri é Paola Carosella, mulher de  grandes conhecimentos na gastronomia e personalidade fortíssima.

A disputa de egos dentro do programa vai ficar demonstrada durante a temporada e vai deixar de lado a competição de palco pra gerar a competição de bastidores e de carisma.

Com a tendência de se assemelhar a uma Ana Maria Braga, o que vai acontecer é que Ana Paula Padrão deve perder espaço de cena e Paola deve engolir a iniciante apresentadora.



Escrito por jamesakel@uol.com.br às 05h57





SHOW DE FIGUEIREDO JR DE APOIO A CAUSA SOCIAL

Em entrevista no Show do Figueiredo, da Rádio Iguatemi AM,com Ana Maria Obranovich Rosa, captadora de recursos voluntária do Instituto do Cancer - Dr. Arnaldo, relatou a campanha que está sendo realizada para arrecadação de gorros, cachecóis e meias de algodão, que são doadas diariamente para os pacientes.

Imediatamente o comunicador e jornalista Figueiredo Junior levantou no ar uma campanha que estará entregando a Ana Maria as doações no dia 08/08, quando ocorrerá um café da manhã com idosos no auditório da Rádio.

Varios empresários, amigos do comunicador, estão aderindo a campanha, assim como alguns artistas. Quem não puder participar, já que as vagas são limitadas a 100 idosos, pode participar levando sua doação na Rádio Iguatemi AM, avenida Paulista, 2.200- 5º anda, até o dia 08/08.

O programa será transmitido ao vivo do auditório da rádio.



Escrito por jamesakel@uol.com.br às 18h51





Hotel fazenda em São Paulo oferece serviços sustentáveis e comemora economia com produção de energia própria

Empreendimento localizado a 70 km da Capital, líder em práticas sustentáveis, é o primeiro da categoria a construir uma usina fotovoltaica

Comemorando o pioneirismo na utilização de energia limpa com a instalação de sua própria usina fotovoltaica, o Hotel Fazenda Spaventura apresenta os primeiros resultados com o investimento. O uso da tecnologia já representa uma economia mensal de R$ 1.800,00/mês, tornando o hotel auto suficiente em energia limpa.

A produção total já atingiu 4.500 KWh/mês. Do ponto de vista ambiental, essa inovação representa uma compensação equivalente a 308 kg de co2 /mês, ou 3.700 kg de co2/ano. Esse aspecto inovador trás aos proprietários uma tranquilidade, principalmente no momento em que aumentam as preocupações com o uso correto da água, o que está diretamente ligado ao abastecimento de energia elétrica.

“Somos uma empresa que acredita na geração de energia solar como uma forma eficiente e real de fazer algo para reverter os problemas causados pelas mudanças climáticas”, ressalta a empresária e sócia do SPaventura, Patrícia Haberkorn.

A construção da usina, que possui 160 placas, teve um investimento de mais de R$ 500 mil, atende o conceito de sustentabilidade total que o empreendimento oferece. “Os benefícios são principalmente ambientais. Com a usina fotovoltaica estamos lançando na rede energia limpa. Isto significa redução da demanda que normalmente exige o uso de fontes hidrelétricas localizadas a grandes distancias”, explica Patricia. Segundo ela, mesmo nos meses em que a intensidade do sol, é menor, o hotel não tem preocupação já que a própria claridade auxilia no aquecimento das placas, mantendo a produção de energia elétrica.

A expectativa é de uma redução em torno de quatro toneladas de CO2/ano, que normalmente seria jogado ao meio ambiente. Além disso, o sistema vai proporcionar aos hóspedes a oportunidade de ver de perto este novo meio de energia sustentável, e saber, por exemplo, a quantidade de energia produzida em determinado dia, e o quanto de carbono evitado isso representa.

Sustentabilidade Total

O hotel fazenda, que conta atualmente com 40 chalés e 8 apartamentos na sede principal, também possui salas para eventos e extensa área verde com estrutura para atividades de lazer e esporte de aventura. Mas, outras ações ecoeficientes tornam a sustentabilidade uma realidade no seu funcionamento: captação de água de chuva, por meio das telhas dos chalés, para que seja usada nas descargas dos banheiros; filtro e cisterna de água; produção de produtos de limpeza, utilizando óleos essenciais orgânicos extraídos e destilados na própria fazenda, e produção de alimentos orgânicos oferecidos para o consumo dos hóspedes.

Há ainda à disposição piscina, sala de jogos, mais de 35 km de trilhas para mountain bike, quadra de vôlei de areia, tirolesas, quatro cachoeiras e uma vila hípica.

Para 2014 estão previstas a finalização das obras de um Centro de Práticas Esportivas Indoor com 2.000m² de construção com quadra oficial poliesportiva de madeira, quadra de squash e arquibancada para 200 pessoas e palco, além de uma piscina semi-olímpica, com aquecimento solar, sauna academia e bicicletaria. O SPAVENTURA oferece aos hóspedes montain bikes.

Hotel Fazenda Spaventura

Bairro Terra Boa – Ibiúna – SP

Informações: (15) 99642-6530

Administração e Reservas – (11) 2208-8229

Av. Braz Leme, 1399 – Santana – SP

reservas@spaventura.com.br

www.spaventura.com.br

Informações à imprensa:

Central de Comunicação - (11) 3224-0800

Claudia Alexandre – (11) 97061-5995 ou 7881-2688 (ID 86*201-11)

Roseli Bernardes – (11) 9.9758-1537

Camila Gonçalves (Sala de Imprensa)

central@centraldecomunicacao.com.br

 



Escrito por jamesakel@uol.com.br às 18h49





 JANTAR BENEFICENTE ANGARIA
FUNDOS PARA O GRAACC



O Graacc (Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer), em parceria com o Colégio Doze de Outubro, realiza nesta quarta-feira (HOJE), dia 23, a partir das 20h, no Clube Sírio Libanês, um jantar beneficente com o intuito de angariar fundos para a Instituição que atende anualmente em torno de 3,2 mil pacientes.

De acordo com Leda Yara Mello de Moraes, orientadora educacional do colégio, que participa pela primeira vez desta parceria, toda a renda oriunda do evento será revertida para o trabalho realizado pelo Graacc no combate ao câncer. A taxa de cura, conforme dados fornecidos pela instituição, é de 70%. O número de convidados que participarão do jantar através do sistema de adesão é de aproximadamente mil pessoas.

Esta é a décima terceira edição do evento promovido pelo Graacc, que neste ano escolheu como tema a gastronomia árabe que terá no menu mais de uma dezena de pratos e doces típicos que compõem esta culinária milenar.

 



Escrito por jamesakel@uol.com.br às 11h55





UMA MISTERIOSA PESQUISA

Alguém poderia elucidar o mistério que faz com que uma semana antes o DataFolha mostra pesquisa com Dilma e Aécio empatados no segundo turno e na semana seguinte Dilma ganhado de Aécio no segundo turno com 10 de diferença.

As pessoas ficam se questionando que universo foi este pesquisado que dá tamanha diferença.

Sem contar que Dilma deixou de lado suas aparições públicas e todo mundo sabe o motivo.

Dilma está fazendo concorrência com juiz de futebol.



Escrito por jamesakel@uol.com.br às 09h17





O CASO DOS ARTISTAS QUE PASSARAM PELA TV RECORD MAS QUE SÓ DERAM CERTO NA TV GLOBO

O jornalista Flávio Ricco escreve em sua coluna de hoje que inúmeros artistas, e cita o nome deles, tiveram grandes passagens pela TV Record na área de novelas e seriados mas só deram ibope ou foram reconhecidos em seus trabalhos depois na TV Globo onde foram até um grande sucesso.

Ao final do texto o Flávio sugere que “Diante disso, e considerando os bons autores, diretores, a mão de obra no geral que a Record sempre teve, por que as suas novelas ainda encontram problemas e raramente alcançam melhores resultados? Alguém responde? Será que não é o caso de investigar?”.

Flávio é reconhecido até por seus pares, além dos diretores das emissoras, sendo o maior colunista  de tv do país.

É o que a gente chama da Bíblia do Jornalismo da TV.

Ninguém do ramo deixa de ler o Flávio um só dia e seu site pode ser acessado pelo UOL logo na madrugada.

Eu vou me permitir a um pequeno exercício de pensamento sobre o que Flávio sugeriu, embora o próprio Flávio, pela sua experiência na realização de programas de tv, acredito que saiba a resposta.

No meu exercício de pensamento eu vou colocar o meu sobrinho que entende de computadores, coisa que eu não entendo e nem me interesso em aprender.

Eu estava procurando um notebook pra comprar, coisa que não fiz até hoje por achá-los frágeis e nesta busca eu via que inúmeras marcas diferentes ofereciam o mesmo conteúdo por preços muito abaixo que a Sony e a Mac.

Então eu perguntei ao meu sobrinho porque com a mesma configuração, um custava 2 mil e outro custava 6 mil.

Então meu sobrinho me respondeu que a diferença estava na plataforma e que os mesmos conteúdos trabalham diferente dependendo da plataforma da marca.

Vou aqui similarizar o que meu sobrinho falou trazendo pras emissoras.

O motivo dos artistas da TV Record fazerem sucesso na TV Globo é a diferença de plataforma das emissoras.

A plataforma da TV Globo, embora desgastada, foi criada pelo Boni.

A plataforma da TV Record foi criada pelo Bispo Honorilton Gonçalves e Bispo Marcelo Silva.



Escrito por jamesakel@uol.com.br às 08h17





O CASO DO ANTIGO DIRETOR DO RATINHO QUE PEDIU REGISTRO DO NOME PÂNICO NA BAND

O site Notícias da TV, editado por Daniel Castro, numa reportagem exclusiva de Paulo Pacheco, mostrou que um antigo diretor do Ratinho de nome Américo Ribeiro, deu entrada no INPI, que é o Instituto Nacional de Propriedade Industrial, pedindo o registro do nome Pânico na Band, que é o mesmo nome de um programa de tv que esta no ar na TV Band.

Entro neste mérito por ter conhecimento de fatos anteriores e os resultados destes.

Tanto faz se o ramo é TV ou comércio.

Lá no INPI cada caso é tratado em categorias.Vou dar exemplos de fatos que aconteceram.

Uma grande marca de moda chamada Prada entrou com pedido da marca aqui no Brasil.

Mas no ramo de comércio existia uma antiga marca de chapéus brasileira muito antiga, com nome Prada.

Ou seja, existia uma antiga marca de chapéus brasileira que estava em funcionamento por muitos anos, talvez tão antiga quanto a Prada na Europa.

Na disputa no Brasil a Justiça entendeu que a marca brasileira era antiga, tinha exercício de atividade bem longa e não foi registrada por ter conhecimento do nome Prada da Europa pra se valer dele.

Então, a cláusula de notoriedade não valeu pra Prada da Europa que teve que acabar comprando a marca brasileira que mudou de nome pra outro nome Pralana.

Tem outro caso que também uma marca de moda da francesa muito antiga de nome Hermès, entrou no Brasil pedindo registro no INPI e apareceu que o nome Hermes, sem acento, pra comércio, tinha registro antigo de uma conceituada loja que vende tudo por catálogos e que está baseada no Rio e seu fundador Hermes colocou seu nome na loja.

A Hermès francesa entrou pedindo o registro por antiguidade notória mas perdeu porque o comerciante Hermes do Rio fez o registro há tantos anos que no Brasil não tinha conhecimento desta marca, ou seja não vale o item notoriedade.

Mas o caso em questão, a contestação tanto do dono do programa da tv, que é o Tutinha, quanto do dono da TV Band que é Joãozinho Saad, deve ir pelo caminho da notoriedade sim porque o programa passou por muitos anos nnuma rede nacional que era a RedeTV e agora em outra rede nacional que é a TV Band, fato que cabe a defesa e contestação pela notoriedade, tanto pelo ibope de 6 em média, o que significa ao menos 3 milhões de pessoas, quanto das contínuas notícias em jornais e outras mídias.

Até pelo fato do antigo diretor do Ratinho ser do ramo não pode alegar ignorância do nome de um programa de tv.

Na entrevista dada ao site Notícias da TV o Américo Ribeiro alega que o termo que ele pediu registro é de um projeto antigo seu de programa policial que quer colocar no ar e que o nome original seria Pânico na Bandidagem e que ele abreviou pra Pânico na Band.

Nesta caso cabe até um processo criminal contra a comparação do nome Band com Bandidagem.

A rede de Joãozinho Saad tem a marca de TV Band e ao se ver comparada a marca de sua emissora com a bandidagem, cabe sim o processo baseado na própria entrevista do autor do pedido de registro pra programa.



Escrito por jamesakel@uol.com.br às 07h59





DILMA ROUSSEFF E TV GLOBO SE PARECEM BASTANTE

Outro dia estava pensando na TV Globo e no governo Dilma.

Um pensamento daqueles que surgem do nada.

E neste pensamento começou a se formar uma ideia estruturada em fatos.

Quero apenas que meus leitores entendam que não estou fazendo comparações pessoais, valores pessoais ou acusação do que quer que seja.

É apenas um pensamento lúdico que tive e que compartilho com meus leitores.

No meu entendimento o sucesso de Lula e o PT nas eleições que levaram Lula ao governo deve-se exclusivamente a José Dirceu, que é o Boni do PT.

José Dirceu é um estrategista e por isto soube fazer e executar toda estratégia de sucesso do PT que levou Lula ao poder.

Enquanto José Dirceu comandava, tudo ia bem.

José Dirceu era o Boni do PT e Lula era a novela das oito.

Na TV Globo a novela das oito era a grande marca.

E Lula a grande marca do PT.

Quando Lula resolve tirar José Dirceu do governo, tirou dali o comandante incólume de toda estratégia.

A queda de José Dirceu do comando político foi o maior erro de Lula.

Na Câmara Federal José Dirceu só poderia mesmo ser cassado por ser invejado e odiado pelos seu pares.

A partir da cassação de José Dirceu o PT não foi mais o mesmo.

Dilma apareceu no meu pensamento de comparação sendo o Roberto Irineu Marinho, que resolveu comandar a TV Globo e  perdeu ibope a partir de seu comando.

Lula deixou de ser a novela das oito pra ser o Jornal Nacional, que piorou de conteúdo e de ibope e deixou de ser a maior referência do Brasil em jornalismo.

O povo começou e se instruir mais com a web e deixou o Jornal Nacional de lado enquanto o mesmo povo passou a ler mais web e passou a ver muitas incoerências do Lula , tudo mostrado em vídeos que não podem ser questionados.

Quando todos achavam que a TV Globo era imbatível, e eu sempre disse o contrário, e agora até o Legendários da TV Record foi líder no sábado por muito tempo contra a TV Globo, Dilma vê sua liderança absoluta deixando de ser tão absoluta.

Deixo meu pensamento lúdico por aqui.

Lógico que os leitores vão pensar em inúmeras outras comparações e talvez até algumas pontas da história toda tenham ficado soltas qual novela das oito.

Mas eu disse desde o começo que era apenas um pensamento lúdico, daquele que  vem e vão a qualquer hora.

Ia até me esquecendo de que quando deixou o poder no governo e foi tirado do Congresso, José Dirceu se dedicou a negócios próprios com êxito, assim igual Boni fez quando saiu da TV Globo e ficou dono de sua própria emissora.



Escrito por jamesakel@uol.com.br às 08h28





O CASO DA TV MONTE CARLO QUE CAUSOU UM PREJUIZO ENORME A ROBERTO MARINHO

Muitos anos atrás, quando Roberto Marinho ainda era vivo e Boni comandava a TV Globo, o filho mais velho de Roberto Marinho, Roberto Irineu, talvez ansioso por não poder mexer em nada na TV porque Boni tinha comando de verdade, decidiu partir pra uma empreitada pessoal.

Mas não tinha capital pra tanto e precisava de dinheiro do pai.

Roberto Irineu queria ter uma tv dele, pra ele comandar, e escolheu fazer isto na Europa, comprando a TV Monte Carlo.

O resultado da empreitada foi o maior insucesso da história do grupo.

Durante um jantar de aniversário, Roberto Marinho, numa mesa com Antonio Carlos Magalhães, Arnaldo Niskier e um ex político carioca, contava aos amigos a sua tristeza ao ter que desembolsar 150 milhões de dólares na época pra cobrir a empreitada do filho.

Vale aqui contar que na época, com muito menos dinheiro, Roberto Marinho poderia ter se associado à CNN que estava em busca de um sócio.

Mas na CNN o filho não poderia mandar.

Outro detalhe que houve foi o fato que numa reunião entre Roberto Marinho, seu filho Roberto Irineu e Boni, o Boni ter sido contra o investimento.

Talvez, e eu digo talvez porque não estou na cabeça do Roberto Irineu, ali possa ter gerado um ódio sem par de Roberto Irineu contra Boni porque o evento da compra não foi sucesso.

Dali pra frente, quando Roberto Irineu teve que passar pra frente a tv e voltar a ser apenas um herdeiro, Roberto não teria suportado a comparação que seu pai sempre faria do insucesso da TV Monte Carlo com o sucesso da TV Globo gerenciada por Boni e sua equipe.

Hoje a TV Globo tem lucro, bastante até, mas por pura inabilidade dos concorrentes.

Em tempo algum foi tão fácil mudar o cenário e tirar a liderança da TV Globo.

Mas nenhuma das outras emissoras tem equipe que possa realizar tal façanha.

E isto nada tem a ver com os diretores de programas.

Tem tudo a ver com os donos das outras emissoras.

Na TV Record o Bispo Edir Macedo tinha bons executivos que comandavam a programação e conteúdo da emissora, até que achou que estava tudo bem e poderia continuar assim no comando de um Bispo.

E a partir daí, sempre com um Bispo no comando, antes Honorilton Gonçalves e agora Marcelo Silva, a TV Record perdeu ibope e só não deixou de ser vice líder porque a administração do SBT, sob comando exclusivo de Silvio Santos, embora ele desminta isto, consegue ser pior que a administração da TV Record.

Na TV Record só vai ao ar o que os Bispos Edir Macedo e Marcelo Silva permitem.

No SBT só vai ao ar o que Silvio Santos deixa.

Coincidência ou não, as duas emissoras só deixaram de ser concorrentes da TV Globo quando os executivos comandantes passaram a ser os donos.



Escrito por jamesakel@uol.com.br às 08h27



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]



 
Histórico
Outros sites
  Meu Facebook



O que é isto?